PSYCHO

Psycho_ChainsawPriestPSYCHO
«Chainsaw Priest»
Selfmadegod Records
3/5
Os Psycho são mais um daqueles casos de relevância pela ausência. Quando editaram os seus primeiros registos, em meados da década de 80, eram mais uma boa proposta da florescente cena grind/punk norte-americana, mas uma carreira intermitente acabou por levá-los um hiato de uma dúzia anos entre 1996 e 2008. A reunião trouxe consigo o estatuto de culto natural de uma banda de grind/punk dos anos 80 que esteve uma série de tempo parada, uma compilação de material antigo e dois EPs limitados, antes de chegarem a «Chainsaw Priest», o seu primeiro álbum “a sério” nesta segunda reencarnação e o segundo de toda a carreira. E, também, um regresso à realidade: o grind/punk dos Psycho é feito com entusiasmo mas não é propriamente entusiasmante, e feito com energia mas não é propriamente energético, é feito com boas intenções mas não é propriamente bom. Tem velocidade, peso e um crossover decente de punk e grindcore, sem grande esforço para soar old school mas com uma natural ligação à década de 80, mas não desarma o ouvinte nem o atira abaixo da cadeira como se pede a um conjunto de canções deste estilo. Valeu a pena o regresso, mas agora que está finalmente consumado com um disco de estúdio, os Psycho perdem a aura de relevância que tinham e voltam a ser “apenas” uma banda decente de punk/grind.
Ouvir
Comprar

AM_NeSou_728x90

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s