DANIEL CARDOSO: “FUI SEMPRE MAIS BEM TRATADO FORA DE PORTUGAL DO QUE EM PORTUGAL”

AnathemaDanielCardoso2014É já esta semana (sexta-feira no Paradise Garage, sábado no Hard Club) que os britânicos Anathema regressam a Portugal para tocar ao vivo. Só que desta vez, a banda contará com um português em palco: Daniel Cardoso, baterista de serviço no grupo, ocasional teclista em gravações, produtor com nome firmado no mercado e ex-elemento de uma série de bandas nacionais, a começar nos influentes Sirius e a terminar nos geniais SinDroMe. Em semana de regresso a casa, fomos ver o estado de alma de um dos mais internacionais portugueses do mundo musical.

AnathemaBand2014Como tem decorrido a digressão europeia dos Anathema até agora?
Bastante bem. Muitas das datas esgotaram, principalmente no Reino Unido, para surpresa da banda. A reacção está a ser impressionante, e está tudo como que um nível acima das tours anteriores, tanto da parte da banda como da parte do público.

Como te entrosaste na dinâmica de grupo? É uma banda totalmente profissional ou existe também uma grande componente de amizade e relações pessoais envolvidas?
Os Anathema são essencialmente uma banda familiar. Eu sou o único na formação actual que não tem ligações familiares com nenhum dos outros membros. Mas tem havido uma preocupação em tornar tudo o mais profissional e sólido possível. Acho honestamente que é uma das razões porque me têm mantido na equipa. Consigo um distanciamento das ligações familiares que ajudam na criação de uma base mais sólida a nível de profissionalismo, mantendo o equilíbrio entre o que é familiar e o que é no fundo profissional.

Tens algum sentimento especial por voltares a Portugal para tocar com uma grande banda?
Claro, há-de ser sempre um regressar a casa. Infelizmente fui sempre mais bem tratado fora de Portugal do que em Portugal, mas não guardo qualquer tipo de rancor. As coisas funcionam um bocado assim. Essencialmente quero estar com a minha família e amigos o mais possível, dentro das limitações de horários da digressão.

DanielCardoso2014Estás a trabalhar num disco em nome próprio. O que nos podes adiantar sobre ele?
Não está pronto. Mas vai estar.

Estás claramente numa nova fase da tua vida pessoal e profissional. Estás completamente realizado ou aspiras a algo mais e continuas a ter objectivos por cumprir e metas a alcançar?
Nunca completamente realizado. Sempre em busca de algo mais. Gosto muito da fase profissional em que estou, mas acho que o acomodar é o primeiro passo na falha da evolução pessoal e profissional. Com isto não digo que não esteja feliz nos Anathema, antes pelo contrário. Mas tudo para mim há-de ser sempre um degrau a subir. Seja para algo exterior ou algo dentro do próprio cenário em que estou agora. Sou um ser humano com extrema necessidade de evolução e construção.

Exodus_728x90_EU+UK

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s