MORGOTH

Morgoth_UngodMORGOTH
«Ungod»
Century Media
8/10
«Ungod» é o momento que os fãs de death metal old school esperavam desde que os Morgoth regressaram ao activo em 2010. E, apesar de arriscar praticamente zero na receita musical e, na formação, contar apenas com o guitarrista Harald Busse e o baixista Sebastian Swart da “encarnação” anterior, é justo dizer que o disco não desilude quem depositava grandes expectativas nele. Por um lado, o novo vocalista Karsten “Jagger” Jäger tem um bom trabalho a fazer esquecer Marc Grewe (nada que quem segue a sua carreira nos Disbelief não estivesse à espera) e, por outro, se há banda que sabe como “montar” um disco de death metal eficaz, mórbido e com os restantes predicados do som sueco dos anos 90, essa banda são os Morgoth. De atmosfera sombria, solos a espreitar o melancólico, distorção típica do som de Estocolmo e vocalizações bem “vomitadas” (a influência de Obituary sempre foi a única não-sueca “autorizada” na sonoridade dos Morgoth), «Ungod» apresenta uma mão-cheia de temas que, não revolucionando a sonoridade ou surpreendendo quem a segue, sabe usá-la para criar canções plenas de intensidade e atmosfera. E, se dúvidas existissem da relevância, em 2015, do grupo mais sueco da Alemanha, bastam estes 46 minutos de divertimento mórbido para dissipá-las para além de qualquer reserva.

Blues-Pills_728x90_EU_UK

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s