SIGH

M:CAD DrawingsDelgaDelga standard templatesBookletsCD_DPS1SIGH
«Graveward»
Candlelight Records
8/10
Esta é uma boa época para os Sigh. Depois de uma primeira década a liderarem a vanguarda do black metal, os japoneses perderam algum gás – e, admitamo-lo, criatividade e relevância – e quase caíram no esquecimento nos anos 00. E, pese embora «Scenes From Hell» em 2010 e «In Somniphobia» em 2012 recuperassem algum do carisma da banda, não foram suficientes para reavivar o entusiasmo que Mirai Kawashima e companhia chegaram a gerar nos primeiros tempos da sua carreira. Agora chega «Graveward» que, ao décimo álbum de originais, volta a alinhar as estrelas para os Sigh. Talvez porque o novo guitarrista You Oshima tenha trazido novas ideias, possivelmente porque detém artes de mistura e, com ele, a banda conseguiu a proeza de ter mais de 100 pistas em cada uma das dez faixas do disco, envolvendo instrumentos de sopro, abordagem metálica, diversos sintetizadores e a dinâmica das vocalizações. Para aumentar ainda mais o espectro de variedade, há gente como Matt Heafy (Trivium), Fred Leclercq (Dragonforce), Niklas Kvarforth (Shining), Sakis Tolis (Rotting Christ) e Metatron (The Meads Of Asphodel) a entrar e a sair das canções. O resultado é um disco de black metal que volta a ser vanguardista à conta de uma abordagem épica, ecléctica, inesperada e inspirada nas bandas sonoras dos filmes clássicos italianos de zombies. Um festim para os sentidos dos mais esclarecidos apreciadores de música desafiadora.

MORGOTH_Banner_468-60_Misantropia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s