COAL CHAMBER

CoalChamber_RivalsCOAL CHAMBER
«Rivals»
Napalm Records
7/10
Não há muitos segredos guardados sobre os Coal Chamber. Foram uma das mais famosas bandas do movimento nu-metal no final dos anos 90, editando três álbuns de originais que lhes valeram entradas na tabela de vendas norte-americana, largos milhares de unidades vendidas e uma popularidade universal. Com a morte do movimento, o projecto eclipsou-se e o vocalista Dez Fafara passou os 13 anos seguintes a deixar assentar o pó do nu-metal nos DevilDriver, onde enveredou por um groove/death metal melódico. Agora os Coal Chamber estão de volta ao activo e aos álbuns com «Rivals» e, se não é a ressurreição do nu-metal (os Korn podem ter o copyright disso), pelo menos é uma evolução do género. A forte componente rítmica está lá, a variedade de vocalizações também, mas os “novos” Coal Chamber são uma banda mais extrema em termos de peso, com um foco (quase) sempre apontado para o groove e para riffs de guitarra grandes, gordos e acutilantes. Ao longo dos 13 temas de «Rivals», a banda encosta-se um pouco mais ao metal industrial e, num momento muito específico, dispara uma influência electrónica, mas os 41 minutos do disco são, essencialmente, nu-metal adulto a descobrir como se transformar em groove metal como o conhecemos de bandas como Soulfly. Não é nada que deixe os fãs de queixo caído, mas é suficientemente coeso e bem feito para convencer.

Pyrexia_MisantropiaExtrema_468x60

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s