TENGGER CAVALRY

Tengger Cavalry logoOs Tengger Cavalry são um dos mais emergentes tesouros do heavy metal chinês, que urge descobrir não apenas porque a sua música junta de forma particularmente feliz folk mongol (especialmente através do uso do violino local, chamado morin khuur) e death metal melódico – ao ponto de já serem considerados os Eluveitie asiáticos – como pelos índices de honestidade que a banda transpira. O novo álbum chama-se «Ancient Call» e motivou uma conversa com o líder do grupo, apropriadamente chamado Nature Zhang.

16_PAGE_SPREAD.inddComeçaste este projecto sozinho, depois transformaste-o numa banda, voltaste a trabalhar só por uns tempo e depois os antigos elementos regressaram. Que impacto tiveram todas estas alterações no trabalho de composição dos Tengger Cavalry?
Apesar das inúmeras alterações que aconteceram durante os últimos anos, continuo a ser o principal compositor. Para absorver uma maior influência mongol, convidei o violinista Xon Wang para se juntar à banda. Desde o seu envolvimento, muitas belas melodias mongóis foram criadas. Por isso, basicamente, agora eu forneço as estruturas básicas das canções e o Xin Wang concentra-se em detalhes melódicos. O trabalho de grupo é muito mais interessante e frutuoso.

Consideras que um álbum como o «Mantra» teria sido possível se na altura não trabalhasses sozinho naquela altura?
Para dizer a verdade o «Mantra» é um trabalho pessoal meu, por isso escrevi tudo o que me veio à cabeça e pronto. Com a ajuda de outros elementos a nossa música atinge uma sonoridade muito mais rica do que a das minhas ideias pessoais. É divertido trabalhar com outras pessoas.

O novo álbum, «Ancient Call» é uma mistura de ambas as abordagens: a extrema e a folk/melódica. Achas que é essa a personalidade musical dos Tengger Cavalry ou apenas mais um disco e as coisas podem mudar de novo num próximo lançamento?
Acho que o «Ancient Call» define a melhor sonoridade que os Tengger Cavalry podem praticar, com a melhor mistura possível entre folk e metal. Vamos concentrar-nos nesta direcção musical e criar mais canções de folk metal como as que estão presentes no álbum. É pesado mas ao mesmo tempo atraente, devido às belas melodias do violino.

Uma das coisas mais atraentes na banda é a exploração de influências tradicionais orientais, que não é tão comum assim no ocidente.
Actualmente os Tengger Cavalry focam-se nos mercados europeu e americano, mais do que no mercado local. Existem muitas pessoas fora da China que adoram a nossa música, por isso optámos por nos concentrarmos na promoção internacional. Desse modo, adoraríamos partilhar a nossa experiência cultural com o resto do mundo a um nível mais extenso.

TC_ancientcall_CoverA tradição mongol do cavalo é muito forte na vossa abordagem às letras. Tens algum tipo de ligação pessoal a essa região ou é toda a cultura que te fascina ao ponto de quereres explorar todos os seus detalhes?
Viajo ao interior da Mongólia de seis em seis meses e pratico hipismo. Isso traz-me tantas memórias felizes. Quem entrar no nosso Facebook encontrará fotos minhas a montar os cavalos mongóis. Estar na vastidão da natureza e com os cavalos é uma das mais espantosas experiências da minha vida. Ali pode apreciar-se verdadeiramente a amizade, a paz de alma e a harmonia.

A região de Tuva, perto da Mongólia, também tem algum tipo de influência na tua composição?
Tuva é um pouco diferente da Mongólia, por isso não estou muito familiarizado com a música que se faz lá. A minha influência vem directamente da cultura mongol.

E quais são as tuas influências dentro do metal? O que cresceste a ouvir, o que te moldou os gostos em termos de música extrema?
Costumava ouvir toda uma série de bandas de death metal melódico, entre as quais a minha favorita são os Arch Enemy. Actualmente escuto mais folk metal, de projectos como Turisas, Alestorm, Finntroll e por aí fora.

Quais são as principais dificuldades de uma banda chinesa de folk metal para ser ser realmente conhecida internacionalmente?
Acho que é muito complicado para uma banda chinesa sobreviver apenas com o nosso mercado. E faltam meios de comunicação social que permitam aos grupos daqui terem uma exposição decente no estrangeiro. Os chineses não gostam muito de música, especialmente de heavy metal.

O teu amor pela vida nómada é reconhecido, mas vives numa cidade grande, certo? Como te sentes aí? Sonhas um dia mudar-te para uma zona rural da Mongólia?
Sim, estou bastante certo de que um dia vou mudar-me de novo para a natureza. A vida citadina é boa mas cheia de tentações, abusos e muitas coisas sem sentido. Sim, o lado físico da nossa vida parece garantido, mas já não é uma vida real… É um acumular de preocupações, sexo, álcool e outras coisas que nos afastam do que é a experiência de uma vida real. Preferia passar o meu tempo entre os cavalos e o gado, ou deitado na relva das vastas regiões da Mongólia. É esse o tipo de coisas que me faz sentir real.

«Ancient Call» foi editado no dia 1 de Fevereiro.
Página oficial

mhr_banner_for_mept

Um pensamento sobre “TENGGER CAVALRY

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s