LANCER: SER OU NÃO SER [POWER METAL]

A mais jovem geração de músicos suecos pode ter uma surpresa ou duas na manga para quem acha que o verdadeiro heavy/power metal clássico é coisa do passado. Bandas como Enforcer, Steelwing ou Lancer têm ressuscitado o estilo com um misto de homenagem e reinterpretação das sonoridades “clássicas” de nomes como Iron Maiden, Helloween ou…

MELECHESH: ENTREVISTA

No que diz respeito a metal extremo de sabor mesopotâmico os Melechesh são, cada vez mais, uma respeitável alternativa aos Nile, oferecendo aos fãs uma coerente e exótica mistura de black metal, thrash e folk do Médio Oriente. Numa altura em que o colectivo lança o seu sexto disco de originais, «Enki», e em que…

ENTREVISTA: UNHOLD

Há mais de duas décadas a moldar, experimentar e fazer progredir o sludge europeu, os suíços Unhold podem muito bem ser um dos maiores tesouros que o underground tem por descobrir. Ao chegar a «Towering», o seu quarto álbum de originais, o colectivo de Berna é uma besta imprevisível de sludge progressivo, pós-hardcore e rock…

ENTREVISTA: CANCER BATS

Misturar hardcore, punk e metal é uma coisa que qualquer um faz, mas poucas bandas o conseguem fazer com a mestria, energia e emergência dos Cancer Bats. Ao chegar ao quinto álbum de originais, «Searching For Zero», o colectivo canadiano mistura ainda mais homogeneamente as suas influências e apresenta uma massa pulsante que inclui uma…

ENTREVISTA SULLEN

Nascidos das cinzas dos Oblique Rain, os Sullen pegam no legado de metal progressivo e atmosférico da extinta banda portuense e acrescentam-lhe vectores mais extremos de ambos os lados do espectro musical. O resultado, audível no disco de estreia «Post Human», respira maturidade, musicalidade e experimentalismo adulto. O guitarrista André Ribeiro e o baterista Marcelo…

ENTREVISTA MABEL GREER’S TOYSHOP

As raízes dos icónicos Yes remontam aos obscuros e longínquos meados dos anos 60 e, se perguntarem a cada um dos seus elementos, todos têm uma versão própria de onde e quando a banda começou. O que é mais ou menos unânime é que Robert Hagger e Clive Bayley foram essenciais na génese do rojecto,…